fechar X
assine
Newsletter

Os cantores do jardim: saiba mais sobre o grilo

Publicado em 28 de Jan de 2016 por Isadora Couto |COMENTE

Versátil e adaptável, raramente o grilo pode causar estragos na vegetação. Saiba mais



Texto Daniel Keny | Adaptação Isadora Couto | Foto Shutterstock 

 

Os cantores do jardim: saiba mais sobre o grilo

 

O grilo é versátil. Alimenta-se essencialmente de plantas e outros insetos menores, mas restos de comida podem atraí-lo também daí a sua presença em jardins. Inofensivo ao ser humano, raramente torna-se praga, conforme explica André Luís Fernandes, biólogo, entomologista e responsável técnico da empresa Tecprag. "Em condições normais, as populações de grilo são benéficas. Espalhadas por uma determinada área, seja de paisagismo ou natural, elas equilibram o ecossistema em conjunto com as outras formas de vida. No Brasil, em geral, eles não são considerados uma praga urbana. Não é comum observarmos infestações. Há 25 anos trabalho no combate a pragas e nunca fiz um serviço de controle populacional de grilos".

O fato do grilo não formar colônias ou ninhos como os insetos sociais (formigas, cupins, abelhas,entre outros),dificulta o desenvolvimento de uma superpopulação. O que pode acontecer são aglomerações, devido à fase de reprodução, quando machos e fêmeas se encontram para o acasalamento. Onde há arbustos, plantas de pastagem, grama e árvores, há abrigo e alimento para os grilos. Eles gostam de ficar nos ramos de arbustos, sob a serrapilheira e ocasionalmente podem ocupar espaçao ocos, como fendas e buracos em árvores.

 

 

Revista Plantas Flores & Jardins | Ed.101   


 
COMENTE