fechar X
assine
Newsletter

Saiba tudo sobre a floração da cerejeira

Publicado em 26 de Sep de 2016 por Isadora Couto |COMENTE

Com uma única e curta floração anual, a cerejeira desperta admiração no final do inverno. Confira mais detalhes sobre essa linda flor!



Texto Kênia Honda | Adaptação Isadora Couto | Foto Shutterstock 

Saiba tudo sobre a floração da cerejeira 

Símbolo do Japão e motivo de festa no país oriental, a florada da cerejeira (Prunus serrulata) conquista milhares de pessoas, que se reúnem para contemplar a abundante, porém efêmera floração. Entre os desafios para cultivar a árvore no Brasil, a arquiteta e paisagista Luciane Keskissian aponta o clima como o principal.

"O ideal é o temperado e, no nosso país, nós conseguimos plantar apenas nas regiões mais frias, como no sul. Embora o Parque do Carmo, em São Paulo, tenha uma florada espetacular no inverno", completa. Bastante ornamental, a cerejeira tem aplicação versátil. De acordo com Luciane, os ramos e as flores, sejam eles naturais ou desidratados, podem ser utilizados para decoração de ambientes e em arranjos florais.

"No paisagismo, são destaques como exemplar único ou em renques, graças ao belo visual no auge da sua floração. Além da possibilidade de serem trabalhados com a técnica de bonsai", comenta a paisagista. Neste caso, a planta necessita de atenção redobrada com a rega e a adubação. Isso porque o tamanho reduzido do vaso limita a quantidade de água e nutrientes disponíveis, consequentemente, a reposição deve ser mais frequente. Na manutenção, a árvore requer poucos cuidados, mas realizados de forma regular.

Para a irrigação, por exemplo, a paisagista recomenda molhar frequentemente no início da manhã ou final da tarde, mas sempre com cuidado para não encharcar o solo. Assim é possível prevenir o surgimento de doenças fúngicas. "Ao finalizar o plantio, podemos fazer uma cobertura com folhas secas para ajudar a manter a umidade", indica Luciane. A cerejeira praticamente não exige podas. "Retire apenas os galhos doentes, mal formados ou secos", lista a paisagista. Inclusive é aconselhado evitar podas radicais para não desfigurar a copa da árvore. "Para incentivar sua floração, aconselho aplicar o adubo NPK 4-14-8 seguindo as instruções da embalagem", finaliza Luciane.


LUMINOSIDADE: Sol pleno.

SOLO: Férteis e ricos em matéria orgânica.

ÁGUA: Manter o solo úmido.

CRESCIMENTO: Floração no final do inverno.



Revista Plantas Flores & Jardins | Ed.115 - Assine já e garanta 6 meses grátis de outro título


 
COMENTE