fechar X
assine
Newsletter

Cuidados especias com as orquídeas

Publicado em 04 de Nov de 2016 por Isadora Couto |COMENTE

As orquídeas são espécies delicadas que fazem toda a diferença no jardim. Veja os principais cuidados e deixe a sua casa ainda mais bonita!



Texto Juliana Duarte | Adaptação Isadora Couto | Foto Divulgação 

Cuidados especias com as orquídeas 

Independentemente do posicionamento no jardim, a orquídea deve estar em um vaso de barro com boa vazão. "São espécies que gostam de água corrente. Não toleram encharcamentos", afirma o paisagista Rodrigo Oliveira, de São Paulo (SP). Segundo ele, é preciso regá-las diariamente, pois elas geralmente não acumulam líquido em suas raízes. Além do tipo de recipiente indicado, as flores também podem ser presas em árvores ou pedras.

"Evite colocá-las no chão, pois correm o risco de sofrer com o ataque de lesmas", alerta Paula. São bastante aconselhadas para espaços com pouca luz, como interiores e sob galhos, pois detestam sol forte. "Elas apreciam a iluminação direta apenas na parte da manhã, caso contrário podem ficar desidratadas", ressalta a paisagista. Na maioria das vezes, as orquídeas florescem somente uma vez ao ano, o que pode variar de acordo com as espécies.

Outro cuidado importante é com a adubação, que deve ser rica em fósforo. "Realize o procedimento 40 dias antes do período de floração, o que ajuda a manter as flores por mais tempo, além de aumentar a quantidade localizada na haste floral. Algumas ficam floridas por pouco tempo, de sete a 14 dias, como as catleias, já outras duram meses inteiros, como acontece com as borboletas", diz Paula. De acordo com Reinaldo Ilaci, do Orquidário Paulista, não é recomendado podar as orquídeas frequentemente. "No dia a dia, apenas é preciso retiraras folhas secas e, no replantio, basta remover as raízes mortas", afirma.

 


Revista Plantas Flores & Jardins | Ed.98 - Assine já e garanta 6 meses grátis de outro título


 
COMENTE